sábado, 14 de fevereiro de 2015

RS: aeromédico é suspenso e Sartori vai de aeronave à festa


Criança de três anos em estado grave teve que ser transportada em helicóptero da Brigada Militar, não adaptado para serviços de emergências


Daniel Favero – Portal Terra, 10/02/2015


Os médicos que atenderam uma criança argentina de três anos que ficou em estado grave ao cair do terceiro andar de um hotel na cidade de Capão da Canoa (RS), nesta terça-feira, tiveram dificuldades para conseguir transferi-la para Porto Alegre porque ouviram que o serviço de transporte e resgate aeromédico, do governo do Estado, tinha sido suspenso. Foi improvisado um helicóptero da Brigada Militar (PM local) para realizar o translado. No final de semana, o governador do Estado, José Ivo Sartori, usou uma aeronave paga pelo Estado para participar do aniversário de um vereador no litoral gaúcho.